domingo, 29 de abril de 2012

HOMENAGEM A DAVI



O MENINO DA ESTRELA

            Na aridez do sertão distante onde o eco acompanha a melodia do grito, nasceu um menino de cor e beleza sertanejas fascinantes. Tal menino com seus olhos pretos mimetizam as penas do anum preto; eita que a ave tem penas pretas, sedosas e bilhares!
            O menino com a astúcia peculiar de criança sertaneja fita os olhos para o céu e lá está uma estrela a mirá-lo. Os brilhos do olho dele e a luz brilhante dela se encontram e, ao mesmo tempo se confundem em suas belezas acesas. Impossível resistir o flerte de um ao outro! Então, o diálogo se inicia:
            Ei, que está me olhando daí de cima? Por que me olhas assim? Pra quê essa luz toda?
            Ué! Se está se incomodando é porque está olhando para mim, não é?
            Mas quem é você? Pare de me olhar e fale logo o que você quer!
            Está bem! Escute que vou lhe falar baixinho e devagar.
            Espere! Pode desviar seu brilho só um pouquinho para o lado? Apesar de muito bonito ele dói meus olhos, não percebeu?
            Desculpa! É que você... Deixa para lá! Vamos continuar!
            Como estava dizendo, me chamo Estrela e como podes ver vivo aqui por cima e tenho a obrigação de guia aqueles que me foram designados. Você é um deles.
            E o que é designado? Olha aqui Estrela! Não sou designado de ninguém, viu! Sou é muito querido de meu pai e minha mãe que, por sinal, já me disseram para não ficar de conversa com estranho, nem fala palavras feias, tá!
            Acalme-se. Designado não é palavra feia é uma forma diferente de dizer destinado, indicado.
            Assim está bom. Continue o que estava me falando quando veio com esse tal de designado.
            Ah, sim. Aqui no Céu é onde as coisas da vida aí na terra são organizadas.
            Lá vem você de novo com essas coisas difíceis. Lembre-se de que sou apenas uma criança, ou melhor, um?Bebê “SS”.
            Epá! Agora é você que está complicando a coisa. O que é um Bebê “SS”?
            Ha! Ha! Ha... Está vendo como é complicado quando falam para a gente palavras feias? Agora digo eu: Acalme-se que lhe explico direitinho. “SS” é o que poderia se chama de Bebê Sertajeno Sabido. Ahaaa! Sacou?!
            Ok Bebê “SS”. Mas me deixe terminar a explicação do porquê estava lhe olhando.
            Fale.
            Aqui onde moro a milhares e milhares de anos, onde tudo começou cada um tem o seu. Como já lhe disse: serei sua amiga para sempre.
            Como amiga? Não sou Eu quem deveria escolher os amigos? Até agora não vi nada em você para considerá-la minha amiga, viu! Mas vou deixar para ver como isso termina.
            Acho bom. Tenho muito o quê fazer para ficar discutindo com um... Ah, lembre Bebê “SS”. Escute agora: Todas as manhãs quando abrir os olhos e queira me ver, é só olhar para o céu e gritar: Estrela, Você está aí? Que piscarei para ti.
            Nossa! Vou ter a minha Estrela?
            Vai. Agora é preciso que você lembre-se que uma estrela nunca se apaga. E lhe guiarei pelos caminhos da vida para que possa ser honesto, generoso e respeitador aos seus pais, dando lhes as melhores alegrias de suas vidas. Combinado?
            Combinado, né? Afinal, não é qualquer um que tem uma estrela amiga, lindona e ainda por cima é legal.
            Estrela? Tu nem sabes o meu nome, né?
            Ué, Você já disse. Esqueceu, foi? Bebê “SS” acertei?
            Nãããoooo! Isso não é nome sua boba!
            Fique tranquilo. Fiz apenas uma brincadeira. Claro que eu sei, seu besta! Lembra que te fale que daqui onde moro a gente sabe de tudo aí na terra?
            Sim.
            Então, como não saberia seu nome?
            Verdade. Já que é sabichona fala então!
            Aí, Bebê “SS” seu nome verdadeiro é DAVI.
            Acertou. Estrela? Você é sabidona, hein?! Seremos bons amigos sabia? Também sou sabidão, né? Uhuuuuuuu!
            Pois é Davi, Você é o menino da estrela. Saiba que todos nascem com uma estrela guia, viu. Porém, há aqueles que se esquecem dela e ela coitada, fica solitária e apaga.
            Estrela, Estrela, Estrela nunca farei isso contigo e com meus pais, amo vocês!

4 comentários:

keila Nunes disse...

Sendo filho de quem é, tenho certeza que Davi será um menino "SS". Afinal, filho de peixe, peixinho é!

Adorei o conto!

Poetisa Negran disse...

Amei o texto...
Super paternal... Quem te viu, quem te vê!!! Parabéns "painho" de Davi!!!

Giomara Gomes disse...

Um dia falei pra vc que qnd fosse pai seria o mais bôbo dos pais, lembra? pois é, comprovadíssimo rsrsr. Parabéns pelo conto e felicidades nessa fase maravilhosa,meu amigo babão!! Abç!!!

Lilian matos disse...

Ah Robério!!! essas coisas me emocionam tanto... filho é uma coisa de louco... um sentimento extraordinário... uma força incansável... Desejo que vc e Cenilza, pais do Bebê "SS", sejam muito felizes nessa nova fase da vida e que Davi, esse ser já tão amado, tenha um caminho cheio de alegrias com sua amiga Estrela... Adorei tua escrita...