domingo, 11 de abril de 2010

"SORDADE MATADEIRA"

A Saudade é abstrata?

Deveria ser,
Mas quando invade a alma
Parece tão real
Que faz o coração sofrer



A Saudade dói tanto
Que parece ser letal
E não há coração que
Segure tão grande mal
Sem sangrar o coração

A Saudade é real
E não que fuja dela
Porque não importa
Do que se sente falta,
Simplesmente a Saudade dói

3 comentários:

Rosangela disse...

Adorei,muito lindo mesmo. Obrigado!

Anônimo disse...

Doi tanto, que mesmo estando perto a pessoa de quem sentimos saudades e ñ podendo tocá-la(o) é como se tivesse a km de distância. Xerooo

Iara Diane disse...

Bela poesia...