domingo, 5 de abril de 2009

UM SONHO...

um sonho... um desejo de:

Sonhar dormindo contigo
É experimentar o sublime
Caminhar ao paraíso...;

Dormir contigo é estar
Na nau do prazer a navegar
Num mar de estrela
Que, nebriando o espaço
De luz e tranqüilidade
Faz-me sentir saudades
Que embriagam-me o ser
Levando-o ao delírio...;

Ao sonhar que ouço
O sussurro do seu prazer
No deleite de meu ser
Quando encontramo-nos
Em abraços no leito do amor
É deliciar-me no delírio de...

05 de abril de 09, 16h03min.
Robério Pereira Barreto

10 comentários:

Anônimo disse...

Que coisa, hein! isso nem Fraud explica o que esse eu lírico sente agora. Tchá por Deus!

Rosangela disse...

Simplesmente lindo.Me sinto intensamente embalada pelo poema e pelos sonhos...

Anônimo disse...

amor fati e amor mundi! Um sonho de uma noite de amor?!

Carol disse...

Embriagante eu seu eu lírico as vezes suave, as vezes fera amante,as vezes sensual, outras vezes doce, porém sempre com uma "Q" de eroticidade que penetra profundamente, mas o que mais intriga é esse seu mistério envolto nas palavras poeticas que instiga seus apreciadores a tentar descobirir o que realmente você quer dizer e se você que dizer algo... Maravilhoso Robério! Você nos faz viajar nessa "Nau de prazeres misteriosos e sensuais" onde ninguém sabe quando realmente começa e muito menos onde vai parar...

Anônimo disse...

Carol, vc fez a síntese de tudo. A poesia está misteriosaaa d+! O poeta pegou pesaduuuuuuuuu! mas é linda e sua mermo o erótico do poema...

Anônimo disse...

todo subjetivo...gosto dessas coisas, essas reticencias dão asas a imaginação...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Anônimo disse...

Rebeca disse tudo! Show!

Anônimo disse...

Ufá!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Robério,

Parabéns! 20.000

Cultura, educação, informação, diversão... e reflexão em um único espaço. Excelente trabalho!
Adoro! continuo visitando, mande notícias suas. Beijos,